São Lourenço – Quem foi esse Santo?

No Comments

São Lourenço é um santo católico notório por sua lealdade à Igreja, sendo diácono nos primórdios do cristianismo, em Roma. Naquela época, os diáconos tinham papel fundamental de preservar os bens da Igreja, além de auxiliar o Papa vigente e fazer caridade aos pobres.

Por divergência de interesses, em 257 o imperador Valeriano decretou perseguição aos cristãos, requisitando que a Igreja entregasse todos os seus bens ao Império Romano.

Como primeiro ato de ataque à Igreja, Valeriano ordenou que o Papa Sisto II fosse decapitado. Durante a trajetória até o local da execução, São Lourenço acompanhou o Papa, sempre em prantos.

O imperador Valeriano decretou que a Igreja deveria entregar suas riquezas dentro de 3 dias a partir da decapitação do Papa. No dia da entrega das riquezas, São Lourenço levou todas as pessoas que receberam ajuda da Igreja até o imperador, e disse “Essas são as riquezas da Igreja!”.

Por conta de sua ousadia, o imperador, furioso e vingativo, ordenou que fosse queimado vivo em um braseiro em cima de uma grelha, numa espécie de churrasqueira. Por causa de suas paixões (sofrimentos), São Lourenço foi canonizado mártir e santo católico, e desde o século IV é venerado pelos cristãos.

As fontes de seu martírio alegam que São Lourenço conservou o bom humor mesmo durante a tortura, dizendo frases como “Podem me virar agora, desse lado já está bem passado!” enquanto era queimado vivo.

O martírio de São Lourenço foi comentado por Santo Agostinho, onde afirmou que a vontade de se unir à Cristo era tão grande no coração de São Lourenço que a tortura fora completamente deixada de lado. Santo Agostinho também afirma que São Lourenço foi um meio de Deus agir no mundo, sendo um canal para diversos milagres realizado por Ele.

Até os dias de hoje São Lourenço é muito venerado pelos católicos, e isso pode ser visto pelo cânone da missa.

 

Oração de São Jorge – Como fazer?

No Comments

São Jorge é o Santo Guerreiro, e quando oramos para ele, ganhamos força para enfrentarmos os desafios da vida e não desistir de nossos objetivos. Para que sua oração seja forte, você deve ter fé e não apenas pronunciar as palavras, pois o poder está na emoção colocada no momento de orar, e palavras sozinhas são vazias de significado.

Faça essa oração quando estiver se sentindo desanimado, e logo a graça de São Jorge recairá sobre você, renovando suas forças para continuar batalhando.

 

Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.

Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos.

Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.

São Jorge Rogai por Nós.

 

Procure fazer essa oração logo ao acordar, pois assim receberá a ajuda de São Jorge durante todo o dia. Você pode complementar suas orações com uma Ave Maria e um Pai Nosso, caso ache necessário.

Categories: Orações, Religião, Santos Tags:

Oração da manhã – Como fazer?

No Comments

A oração da manhã pode ser uma das mais importantes do dia, pois ela nos blinda de todo mal que está ao nosso redor, mas algumas pessoas que estão começando essa prática precisam de uma ajudinha, para facilitar e se tornar um habito.

Para essa oração tenha em mente primeiramente em Deus e em seguida as pessoas que você ama, agradeça pela noite de sono, pelo dia anterior e pela dadiva de acordar essa manhã, mas tenha sinceridade em seu coração e fé.

Existem diversas orações da manhã, mas fica ai seu critério decidir qual lhe agrada mais. Vejamos então algumas delas:

  • Ao Romper a Luz do Dia:

Bendita seja a luz do dia,

Bendito seja Quem tudo cria,

Bendito seja o fruto sagrado

Da sempre puríssima Virgem Maria.

Amém.

  • Oração da Manhã I

Senhor, no inicio deste dia, venho pedir-Te saúde, força, paz e sabedoria.

Quero olhar hoje o mundo com olhos cheios de amor, ser paciente, compreensivo, manso e prudente.

Quero ver, além das aparências, teus filhos como Tu mesmo os vês, e assim não não ver senão o bem em cada um.

Fecha os meus ouvidos a toda calunia

Guarda minha língua de toda a maldade

Que só de bênçãos se encha o meu espirito

Que eu seja tão bondoso e alegre, que todos quantos se aproximem de mim, sintam sua presença.

Senhor, reveste-me  da tua beleza, e que, no decurso deste dia, eu Te revele a todos.

Amém.

  • Oração da manhã II

Bom dia, Pai de bondade,

Obrigado porque vigiaste meu sono

E me ofereces mais um acordar

Ajuda-me a viver este dia

Como instrumento da tua graça,

Do teu e da tua paz

Como portador da tua própria vida

Dedicando-te pelas mãos imaculadas de Maria

Todos os meus gestos e ações

Para louvor e gloria do teu nome.

Amém.

Categories: Uncategorized

Oração de São Francisco – Como fazer?

No Comments

 

A oração conhecida como “Oração de São Francisco” é uma das mais conhecidas de todas, trazendo uma mensagem de amor, humildade, caridade, paz e fé. Veja abaixo como fazê-la:

Oração de São Francisco

Senhor, fazei de mim um instrumento da Vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Rezemos

Glorioso São Francisco, santo da simplicidade, do amor e da alegria, que no céu contemplais as perfeições infinitas de Deus, lançai sobre nós o vosso olhar cheio de bondade. Socorrei-nos em nossas necessidades espirituais e corporais. Rogai ao nosso Pai e Criador, que nos conceda as graças que pedimos por vossa intercessão, vós que sempre fostes tão amigo dele. E inflamai o nosso coração de amor sempre maior a Deus e aos nossos irmãos, principalmente os mais necessitados.

São Francisco de Assis, rogai por nós. Amém.

 

Quem foi São Francisco de Assis?

São Francisco de Assis é certamente um dos mais populares e conhecidos santos da Igreja Católica, sendo um grande exemplo de humildade e amor para a humanidade, já que, abriu mão de toda a riqueza e luxo que possuía para viver na pobreza em busca de Deus e das coisas espirituais.

Francisco nasceu em 1182 na Úmbria (Itália), sendo um jovem bastante, rico, vaidoso e orgulhoso. Mas que aos 24 anos de idade após um encontro com Jesus Cristo renunciou a tudo para desposar a “Senhora Pobreza”, tornando-se assim um dos maiores santos católico.

Conhecido como o santo dos pobres e o padroeiro da natureza e dos animais, o dia de São Francisco de Assis é comemorado no dia 4 de outubro de cada ano.

 

São Vicente – História resumida da vida do Santo

No Comments

Paris do início do século XIX estava nas garras de grandes convulsões. Durante e após a revolução francesa de 1788-1799, Paris foi profundamente afetada pela agitação social. Um novo tipo de sociedade estava sendo formado-uma república baseada na liberdade, igualdade e fraternidade.

A década de 1830 trouxe o colapso da antiga monarquia Bourbon que tinha sonhos de fortalecer o trono com o apoio da Igreja. A religião estava em declínio e o ateísmo estava aumentando; o ceticismo era virtualmente triunfante nos ensinamentos de São Simão.

Grande número de pessoas do campo estavam se mudando para as cidades para encontrar trabalho nas fábricas. Muitos chegaram para descobrir que não havia trabalho, pouco salário ou que as fábricas estavam fechadas devido à revolução.

Em 1832, uma epidemia de cólera varreu Paris matando até 1200 pessoas por dia. Grandes áreas de favelas estavam se formando em Paris; milhares de pessoas viviam sem trabalho, algumas sem roupas, e muitos alcoólicos. Sem-abrigo, doenças e fome eram comuns.

Um jovem estudante, Frederic Ozanam, também conhecido por Vicente teve de percorrer os subúrbios mais pobres a caminho das aulas da Universidade todos os dias e logo ficou profundamente comovido com o estado sem esperança das famílias que tinham ficado sem o apoio dos seus ganha-pão após a epidemia.

Foi a provocação de um adversário anti-religioso numa sociedade de debates fundada pelos estudantes que o convidaram para agir:

“Tens razão Ozanam quando falas do passado! Nos tempos antigos, o cristianismo fazia maravilhas, mas o que está fazendo pela humanidade agora? E tu, que te orgulhas da tua catolicidade, o que estás a fazer agora pelos pobres? Mostra-nos as tuas obras.”

Vicente reuniu alguns amigos ao seu redor e em 23 de abril de 1833, eles se encontraram para decidir o que poderiam fazer para ajudar os pobres. Após a reunião, Frederic e seu companheiro de apartamento pegaram o restante de seu estoque de madeira de Inverno e o deram a uma viúva. Estes jovens atraíram o comentário “o que sete jovens podem esperar alcançar para aliviar o sofrimento de Paris?”Felizmente Ozanam prestou pouca atenção aos seus comentários, determinado a satisfazer a sua própria consciência de que estava a fazer o que podia para dar testemunho da sua educação cristã, ajudando os menos afortunados da comunidade.

O pequeno grupo decidiu adotar o nome da Sociedade de São Vicente de Paulo em homenagem ao santo padroeiro da caridade cristã. Eles procuraram o Conselho da irmã Rosalie Rendu, uma filha de caridade que estava visitando famílias pobres em um dos distritos mais pobres. Sr Rendu apresentou os jovens às pessoas que poderiam ajudar. Concordaram em reunir-se semanalmente para reforçar a sua amizade e responder às necessidades daqueles que serviram.

Não foi muito tempo depois que outros bons cidadãos de Paris tomaram nota das obras de caridade dos estudantes. Dentro de um ano os membros tinham se expandido para 100 e tornou-se necessário dividir a conferência (grupo) em três conferências separadas. Ao mesmo tempo, outras conferências surgiram em paróquias ao redor de Paris. Em sua primeira década, a sociedade se espalhou para outras 48 cidades na França e na Itália e contava com mais de 9.000 membros. Depois de alguns anos a sociedade chegou a Roma (1842), Inglaterra (1844), Bélgica, Escócia, Irlanda (1845), Estados Unidos da América (1846) e Austrália em 5 de Março de 1854.

Categories: Santos

São Geraldo Biografia – História resumida do Santo

No Comments

Santo Católico Romano, o São Geraldo é tido como padroeiro das mães e dos nascituros, bem como da maternidade, das crianças e das pessoas falsamente acusadas, Muro Lucano nascido Gerardo Maiello era o mais novo de cinco filhos nascidos de Domenico Maiella, um alfaiate, e sua esposa Benedetta Galella. Crescendo na pobreza, após a morte de seu pai, quando doze anos de idade, Gerardo foi enviado por sua mãe para viver com um tio e aprender o mesmo ofício de Domenico. Depois de quatro anos de aprendizagem, ele entrou ao serviço de Monsenhor Claudio Domenico Albini, Bispo de Lacedonia, como um empregado doméstico. Voltando ao seu ofício após a morte do bispo em 1744, dividindo os seus ganhos entre a sua mãe, os pobres de Muro Lucano e os restantes em ofertas para as pobres almas, ele procurou entrar na Ordem dos Capuchinhos Franciscanos e, em seguida, tornar-se um eremita, mas a sua saúde frágil impediu-o de ser admitido nas Ordens Religiosas. A aprendizagem da Congregação Redentorista, enquanto um número de sacerdotes estavam levando.

Conversar com os missionários, assim como eles estavam saindo da cidade, após vários apelos e recusas, o Pai de Paolo Cafaro finalmente, e enviaram-no para o reitor da Redentorista casa de Iliceto com as palavras: “vou enviar-lhe um inútil irmão leigo” como uma carta de recomendação para o superior local. Professar seus votos através da Congregação do santíssimo Redentor em 16 de julho de 1752, o “inútil” irmão leigo, que logo se mostrou ser capaz de fazer o trabalho de quatro homens, tornou-se bem conhecido entre os pobres do Napolitana campo para suas obras de caridade e santidade, durante a prestação de serviços em suas comunidades Redentoristas como um jardineiro, sacristão, alfaiate, porteiro, cozinheiro, carpinteiro e porteiro.

Ao longo de seus anos de vida, vários milagres relatados foram atribuídos a Maiella, incluindo aqueles de restaurar a vida de um menino depois que ele caiu de um penhasco alto; abençoando as colheitas de um pobre agricultor, livrando-o de ratos; abençoando o fornecimento de trigo de uma família pobre, fazendo com que dure até a próxima colheita; multiplicando pão para os pobres em várias ocasiões e um que muitos creditam a ele se tornar o patrono das mães expectantes: tendo encontrado pouco antes de sua morte Uma menina, deixando cair seu lenço, ela partiu para devolvê-lo, mas ele disse-lhe para mantê-lo como ela poderia “precisar dele um dia.”Sofrendo de tuberculose, confinado à sua cela nos seus últimos dias, ele tinha uma pequena nota pendurada na sua porta lendo:”aqui a vontade de Deus é feita, como Deus quer, e enquanto Deus quiser”.

Sucumbindo em 16 de outubro de 1755, aos vinte e nove anos de idade, após os numerosos milagres realizados através de sua intercessão, os procedimentos para sua canonização foram instituídos pouco depois de sua morte. São Gerald o foi beatificado pelo Papa Leão XIII em 29 de janeiro de 1893, onze anos depois em 11 de dezembro de 1904, o Papa Pio X o proclamou Santo. Sua memória litúrgica é realizada em 16 de outubro.

Categories: Santos

Frases de agradecimento a Deus

No Comments

Depois de uma conquista importante, ou vitória em uma batalha dura, devemos sempre agradecer a Deus por sua ajuda e por estar sempre ao nosso lado.

Além disso, é recomendável que você sempre agradeça as coisas que possui, pois assim Deus irá te abençoar com ainda mais conquistas.

Veja abaixo algumas frases de agradecimento a Deus que podem te ajudar em momentos apropriados:

 

  • Obrigado Deus pelas bençãos que tem lançado a mim e sobre minha família, que possamos sempre adorá-lo cada dia mais.
  • Meu Deus, o que seria de mim sem ti? Sua graça ilumina minha vida, espantando todas as trevas que perambulam pelo  meu caminho.
  • Todas as minha posses, meu bens e pertences são dedicados a ti, meu Senhor, pois sua graça me permitiu prosperar sobre a Terra.
  • Agradeço a todos os momentos que tive a oportunidade de experimentar, pois se estou vivo é por obra de Deus, e minha vida flui conforme o desejo Dele.
  • Não cairei na armadilha de pensar que consegui tudo o que tenho sozinho, pois sei em meu coração que Deus é o grande benfeitor em minha vida.
  • Adorar o Senhor é a minha alegria, viver em virtude e em conformidade com sua vontade é meu dever. Obrigado Deus pela vida que me foi dada.
  • Errado é aquele que pede a Deus, pois se sua fé for verdadeira, e suas atitudes estiverem em conformidade com a vontade Dele, nada faltará.
  • Agradeço a Deus por mais um dia de vida, pois assim posso apreciar toda sua criação e me regozijar em sua obra.
  • Se meus familiares estão com saúde, se minha família tem o que comer, e se minha vida está nos eixos, devo me ajoelhar e agradecer a Deus com todas as minhas forças.
  • Deus provê o necessário a todos aqueles que Nele confiam. Agradeça o que já tem e contemple a graça Dele.

Oração Salve a Rainha

No Comments

A salve rainha, do latim, salve Regina é um hino mariano e uma das quatro antífonas marianas cantada em diferentes períodos do calendário litúrgico da Igreja Católica. A autoria deste hino é concedida ao monge Hermano Contracto, que teria feito a sua composição no mosteiro de Reichenau, no Sacro Império Romano-Germânico, por volta do ano 1050.

O Frei teria passado muitas necessidades desde o seu nascimento, e quando adulto escrevia com certa dificuldade. No contexto da obra, a Europa central passava por calamidades naturais, epidemias, miséria, fome e a ameaça contínua dos povos nômades do Leste, que invadiam os povoados, saqueando-os e matando. Motivado pelas dificuldades que passou e pela situação que estava sendo vivida, Hermano Contracto escreveu o hino.

Segundo relatos, quando o Frei nasceu, foi detectado o raquitismo e a má-formação, então sua mãe o consagrou para Maria. Frei Contracto foi educado em devoção a ela. Quando já tinha idade suficiente, foi levado até Reichenau, onde se tornou o mestre dos noviços.

Quando a oração se tornou conhecida pelos fiéis, fez muito sucesso. Logo os fiéis do mundo inteiro já estavam rezando e cantando em diversos lugares. Nos anos de 2007 e 2008, o Museu de Arte Sacra e Etnologia de Fátima levou a exposição iconográfica “Salve Rainha, Mãe da Misericórdia!”.

A oração:

“Salve Rainha, Mãe de Misericórdia,

Vida, doçura e esperança nossa, salve!

A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva.

A Vós suspiramos, gemendo e chorando

Neste vale de lágrimas.

Eia, pois, advogada nossa,

Esses Vossos olhos misericordiosos

A nós volvei,

E, depois desse desterro,

Mostrai-nos Jesus, bendito fruto do Vosso Ventre.

Ó Clemente, Ó Piedosa, Ó Doce Virgem Maria.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus,

Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.”

Categories: Religião

Quais são os 10 mandamentos e sua história

No Comments

Os Dez Mandamentos aparecem no Antigo Testamento da Bíblia cristã e também nas escrituras judaicas. Os judeus chamam-lhes os “dez ditos”. Enquanto isso, a maioria das sinagogas têm estes claramente escritos, em hebraico, em uma placa de parede. Normalmente, apenas a primeira parte de cada ditado é escrita e muitas vezes os primeiros cinco e os segundos Cinco ditos são mostrados em duas listas. Isso lembra aos judeus que Moisés recebeu os dez ditos em duas tábuas de pedra, no Monte Sinai.

Os 10 mandamentos

  1. 1 – Amar a Deus sobre todas as coisas
  2. 2 – Não tomar seu santo nome em vão
  3. 3 – Guardar domingos e festas de guarda
  4. 4 – Honrar Pai e Mãe
  5. 5 – Não matar
  6. 6 – Não pecar contra a castidade
  7. 7 – Não roubar
  8. 8 – Não levantar falso testemunho
  9. 9 – Não desejar a mulher do próximo
  10. 10 – Não cobiçar as coisas alheias

Para praticar os 10 mandamentos é aconselhado que todo o dia você leia uma passagem da bíblia, o que pode ser ainda mais fácil se você tiver em mãos uma Bíblia Virtual. 

Para o não-cristãos isso é importante porque só quando ele está ciente de seus pecados e suas conseqüências ele começa a buscar o perdão – não antes.

O verdadeiro perigo da ideia pós-moderna de que não há pecado é que isso faz com que não se procure a solução para o pecado, que é Cristo. Para o cristão, os mandamentos são importantes porque mesmo que seus pecados sejam perdoados no batismo, ele precisa saber sobre o pecado e como lidar com ele diariamente, a fim de crescer em Cristo. Este processo de crescimento é chamado de santificação. A maior confusão na mente de um novo cristão é o mal-entendido da diferença entre salvação e santificação.

História dos 10 mandamentos

De acordo com o Antigo Testamento, Deus revelou os 10 Mandamentos, esculpidos em duas placas de pedra, a Moisés no Monte Sinai. Como parte central da herança judaica e cristã compartilhada, o conjunto de preceitos divinos—incluindo instruções para adorar apenas Deus e honrar os pais, juntamente com proibições de assassinato, adultério, roubo, blasfêmia e outros pecados—são fundamentais para ambas as religiões.

Alguns pergaminhos do Mar Morto escritos no primeiro século D. C. em pergaminho ou papiro contêm versões escritas dos 10 Mandamentos, mas as primeiras inscrições de pedra conhecidas do direito bíblico datam de vários séculos mais tarde. Eles são os chamados “Decálogos samaritanos”, criados pela seita judaica que nos tempos bíblicos viveu em Samaria, uma região montanhosa ao norte de Jerusalém.

 

Categories: Frases de Deus

Oração para são bento – Como fazer?

No Comments

São Bento, é o santo católico numero um quando se fala em resolver problemas com bruxaria ou magia no geral. Conhecido por ser conseguir ate ler pensamentos, Bento também andou sobre as águas, tirou agua de pedras e muitos outros milagres.

O que o torna bem popular é sua medalha que, é usada por fieis católicos ate hoje, em pingentes e ate mesmo adesivado no carro para afastar a inveja e mau olhado. Inclusive, é de São Bento a recomendação de que se faça o sinal da cruz encima do seu prato de comida ou de um copo com algum liquido, para que se aja algum veneno ali não surja efeito em quem o tome.
A oração para são Bento também pode ser muito poderosa se usada com fé, tendo relatos de curas e livramentos no mundo todo. Nas linhas abaixo você encontrara essa maravilhosa oração, que te ajudara em sua caminhada de fé.

Oração para São Bento

Glorioso São Bento,

que dedicaste toda sua vida a Cristo e aos irmãos,

cuidando da vida espiritual

e estabelecendo pontes de amor

entre o coração de Deus e alma do homem,

protegei-me contra os ataques do mal,

livrai-me das insídias do inimigo,

concedei-me a paz interior

e a fortaleza diante das tempestades da vida.

Rezemos a poderosa oração a São Bento e peça sua intercessão

Ó poderoso São Bento,

defendei-me dos olhares invejosos

e ensinai-me a partilhar o amor com todos.

Que a Cruz do Senhor me guie pelos caminhos de luz,

e que o dragão feroz que ronda nossa alma

seja afugentado pelo poder do Cristo Salvador.

Afasta de minha vida e de minha família

toda força do mal, e que, por tua intercessão,

eu anuncie as misericórdias do Cristo Senhor!

Amém!

Lembre-se de que como toda oração, essa também deve ser feita com muita fé para que você possa alcançar as graças pedidas.

Categories: Orações