Oração de São Francisco – Como fazer?

No Comments

 

A oração conhecida como “Oração de São Francisco” é uma das mais conhecidas de todas, trazendo uma mensagem de amor, humildade, caridade, paz e fé. Veja abaixo como fazê-la:

Oração de São Francisco

Senhor, fazei de mim um instrumento da Vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Rezemos

Glorioso São Francisco, santo da simplicidade, do amor e da alegria, que no céu contemplais as perfeições infinitas de Deus, lançai sobre nós o vosso olhar cheio de bondade. Socorrei-nos em nossas necessidades espirituais e corporais. Rogai ao nosso Pai e Criador, que nos conceda as graças que pedimos por vossa intercessão, vós que sempre fostes tão amigo dele. E inflamai o nosso coração de amor sempre maior a Deus e aos nossos irmãos, principalmente os mais necessitados.

São Francisco de Assis, rogai por nós. Amém.

 

Quem foi São Francisco de Assis?

São Francisco de Assis é certamente um dos mais populares e conhecidos santos da Igreja Católica, sendo um grande exemplo de humildade e amor para a humanidade, já que, abriu mão de toda a riqueza e luxo que possuía para viver na pobreza em busca de Deus e das coisas espirituais.

Francisco nasceu em 1182 na Úmbria (Itália), sendo um jovem bastante, rico, vaidoso e orgulhoso. Mas que aos 24 anos de idade após um encontro com Jesus Cristo renunciou a tudo para desposar a “Senhora Pobreza”, tornando-se assim um dos maiores santos católico.

Conhecido como o santo dos pobres e o padroeiro da natureza e dos animais, o dia de São Francisco de Assis é comemorado no dia 4 de outubro de cada ano.

 

São Vicente – História resumida da vida do Santo

No Comments

Paris do início do século XIX estava nas garras de grandes convulsões. Durante e após a revolução francesa de 1788-1799, Paris foi profundamente afetada pela agitação social. Um novo tipo de sociedade estava sendo formado-uma república baseada na liberdade, igualdade e fraternidade.

A década de 1830 trouxe o colapso da antiga monarquia Bourbon que tinha sonhos de fortalecer o trono com o apoio da Igreja. A religião estava em declínio e o ateísmo estava aumentando; o ceticismo era virtualmente triunfante nos ensinamentos de São Simão.

Grande número de pessoas do campo estavam se mudando para as cidades para encontrar trabalho nas fábricas. Muitos chegaram para descobrir que não havia trabalho, pouco salário ou que as fábricas estavam fechadas devido à revolução.

Em 1832, uma epidemia de cólera varreu Paris matando até 1200 pessoas por dia. Grandes áreas de favelas estavam se formando em Paris; milhares de pessoas viviam sem trabalho, algumas sem roupas, e muitos alcoólicos. Sem-abrigo, doenças e fome eram comuns.

Um jovem estudante, Frederic Ozanam, também conhecido por Vicente teve de percorrer os subúrbios mais pobres a caminho das aulas da Universidade todos os dias e logo ficou profundamente comovido com o estado sem esperança das famílias que tinham ficado sem o apoio dos seus ganha-pão após a epidemia.

Foi a provocação de um adversário anti-religioso numa sociedade de debates fundada pelos estudantes que o convidaram para agir:

“Tens razão Ozanam quando falas do passado! Nos tempos antigos, o cristianismo fazia maravilhas, mas o que está fazendo pela humanidade agora? E tu, que te orgulhas da tua catolicidade, o que estás a fazer agora pelos pobres? Mostra-nos as tuas obras.”

Vicente reuniu alguns amigos ao seu redor e em 23 de abril de 1833, eles se encontraram para decidir o que poderiam fazer para ajudar os pobres. Após a reunião, Frederic e seu companheiro de apartamento pegaram o restante de seu estoque de madeira de Inverno e o deram a uma viúva. Estes jovens atraíram o comentário “o que sete jovens podem esperar alcançar para aliviar o sofrimento de Paris?”Felizmente Ozanam prestou pouca atenção aos seus comentários, determinado a satisfazer a sua própria consciência de que estava a fazer o que podia para dar testemunho da sua educação cristã, ajudando os menos afortunados da comunidade.

O pequeno grupo decidiu adotar o nome da Sociedade de São Vicente de Paulo em homenagem ao santo padroeiro da caridade cristã. Eles procuraram o Conselho da irmã Rosalie Rendu, uma filha de caridade que estava visitando famílias pobres em um dos distritos mais pobres. Sr Rendu apresentou os jovens às pessoas que poderiam ajudar. Concordaram em reunir-se semanalmente para reforçar a sua amizade e responder às necessidades daqueles que serviram.

Não foi muito tempo depois que outros bons cidadãos de Paris tomaram nota das obras de caridade dos estudantes. Dentro de um ano os membros tinham se expandido para 100 e tornou-se necessário dividir a conferência (grupo) em três conferências separadas. Ao mesmo tempo, outras conferências surgiram em paróquias ao redor de Paris. Em sua primeira década, a sociedade se espalhou para outras 48 cidades na França e na Itália e contava com mais de 9.000 membros. Depois de alguns anos a sociedade chegou a Roma (1842), Inglaterra (1844), Bélgica, Escócia, Irlanda (1845), Estados Unidos da América (1846) e Austrália em 5 de Março de 1854.

Categories: Santos

São Geraldo Biografia – História resumida do Santo

No Comments

Santo Católico Romano, o São Geraldo é tido como padroeiro das mães e dos nascituros, bem como da maternidade, das crianças e das pessoas falsamente acusadas, Muro Lucano nascido Gerardo Maiello era o mais novo de cinco filhos nascidos de Domenico Maiella, um alfaiate, e sua esposa Benedetta Galella. Crescendo na pobreza, após a morte de seu pai, quando doze anos de idade, Gerardo foi enviado por sua mãe para viver com um tio e aprender o mesmo ofício de Domenico. Depois de quatro anos de aprendizagem, ele entrou ao serviço de Monsenhor Claudio Domenico Albini, Bispo de Lacedonia, como um empregado doméstico. Voltando ao seu ofício após a morte do bispo em 1744, dividindo os seus ganhos entre a sua mãe, os pobres de Muro Lucano e os restantes em ofertas para as pobres almas, ele procurou entrar na Ordem dos Capuchinhos Franciscanos e, em seguida, tornar-se um eremita, mas a sua saúde frágil impediu-o de ser admitido nas Ordens Religiosas. A aprendizagem da Congregação Redentorista, enquanto um número de sacerdotes estavam levando.

Conversar com os missionários, assim como eles estavam saindo da cidade, após vários apelos e recusas, o Pai de Paolo Cafaro finalmente, e enviaram-no para o reitor da Redentorista casa de Iliceto com as palavras: “vou enviar-lhe um inútil irmão leigo” como uma carta de recomendação para o superior local. Professar seus votos através da Congregação do santíssimo Redentor em 16 de julho de 1752, o “inútil” irmão leigo, que logo se mostrou ser capaz de fazer o trabalho de quatro homens, tornou-se bem conhecido entre os pobres do Napolitana campo para suas obras de caridade e santidade, durante a prestação de serviços em suas comunidades Redentoristas como um jardineiro, sacristão, alfaiate, porteiro, cozinheiro, carpinteiro e porteiro.

Ao longo de seus anos de vida, vários milagres relatados foram atribuídos a Maiella, incluindo aqueles de restaurar a vida de um menino depois que ele caiu de um penhasco alto; abençoando as colheitas de um pobre agricultor, livrando-o de ratos; abençoando o fornecimento de trigo de uma família pobre, fazendo com que dure até a próxima colheita; multiplicando pão para os pobres em várias ocasiões e um que muitos creditam a ele se tornar o patrono das mães expectantes: tendo encontrado pouco antes de sua morte Uma menina, deixando cair seu lenço, ela partiu para devolvê-lo, mas ele disse-lhe para mantê-lo como ela poderia “precisar dele um dia.”Sofrendo de tuberculose, confinado à sua cela nos seus últimos dias, ele tinha uma pequena nota pendurada na sua porta lendo:”aqui a vontade de Deus é feita, como Deus quer, e enquanto Deus quiser”.

Sucumbindo em 16 de outubro de 1755, aos vinte e nove anos de idade, após os numerosos milagres realizados através de sua intercessão, os procedimentos para sua canonização foram instituídos pouco depois de sua morte. São Gerald o foi beatificado pelo Papa Leão XIII em 29 de janeiro de 1893, onze anos depois em 11 de dezembro de 1904, o Papa Pio X o proclamou Santo. Sua memória litúrgica é realizada em 16 de outubro.

Categories: Santos

São Francisco Xavier – Quem foi?

No Comments

 

São Francisco Xavier é um santo da Igreja Católica, nasceu em 1506 no castelo de Xavier na Espanha, era filho de uma nobre família que tinha grandes expectativas para o futuro daquele menino.

Aos 18 anos foi matriculado na Universidade de Paris, tornando-se doutor e professor. Francisco era um jovem ambicioso e vaidoso que buscava glórias para si, porém, a sua vida mudou completamente quando conheceu e se tornou amigo de Inácio de Loyola, que mais tarde também viria a ser santo.

Uma vez santo Inácio de Loyola disse a Francisco Xavier “De que vale a um homem ganhar o mundo inteiro se perder sua alma?” (Mc 8, 36), algo que tocou a sua alma dele, sendo uma verdade que ele jamais abandonou.

Sendo assim, Francisco, Inácio e outros rapazes se consagraram a Deus e fizeram votos de pobreza absoluta, após isso foram à Terra Santa para iniciarem a missão, colocando-se a disposição do Papa.

Aos 31 anos São Francisco Xavier celebrou sua primeira missa e passou a cuidar dos doentes leprosos, que naquela época vivam separados da sociedade. Após esse período ele passou por diversos outros lugares evangelizando e cuidando dos mais necessitados.

A pedido de D. João III, rei de Portugal saiu de Lisboa para evangelizar as colônias portuguesas nas Índias orientais. Depois foi para o Japão, estabelecendo o primeiro núcleo de cristãos.

São Francisco Xavier adoeceu e faleceu no dia 3 de dezembro de 1552, na ilha de San Chao, aos 46 anos de idade. Foi canonizado em 1622, e é considerando um de missionário moderno.

O seu dia é comemorado anualmente em 3 de dezembro.

 

Oração a São Francisco Xavier

Amabilíssimo e amantíssimo Santo, em união convosco adoro reverentemente a Divina Majestade e pelo muito que me regozijo dos especialíssimos dons da graça com que vos favoreceu durante a vossa vida mortal e pela glória que gozais agora, eu rendo-lhe afetuosíssimas graças e peço-lhe do fundo de minha alma e por vossa poderosa intercessão me conceda a graça importantíssima de viver e morrer santamente. E vos suplico também … (aqui o pedido especial) e se o que peço não convier à glória de Deus e ao proveito de minha alma, quero alcançar aquilo que a uma e outra seja mais conforme.

Amém!

 

Categories: Santos

São Judas Tadeu – Quem foi? Qual sua história? Por que ele é tão importante?

No Comments

 

São Judas Tadeu é um santo da Igreja Católica, além de ter sido um dos doze apóstolos de Jesus. O dia de São Judas Tadeu é comemorado anualmente em 28 de outubro.

História e importância de São Judas Tadeu

 

São Judas foi um apóstolo de Jesus Cristo, e por esse motivo pode ser confundido com o outro apóstolo chamado Judas, aquele que traiu Jesus Cristo. Entretanto, São Judas Tadeu descendia da linhagem real de David e, portanto, era um parente de sangue de Jesus Cristo.

O pai de São Judas, chamado Cléofas, era irmão de São José, Marido da Santíssima Virgem. A mãe, chamada Maria de Cleofás, era prima da mãe de Jesus, portanto, São Judas era primo de Jesus em primeiro grau.

São Judas Tadeu é tão importante porque ele sendo um dos 12 apóstolos pode conviver pessoalmente com Jesus, seguindo Cristo durante os seus anos de pregação, e a sua doutrina, após a morte de seu mestre.

Ele foi um grande evangelizador, primeira evangelizando a Judia, em seguida, Mesopotâmia e Pérsia, e finalmente, levando em toda parte o Evangelho da Salvação.

Além disso, São Judas escreveu uma das epístolas do Novo Testamento: “A Carta de Judas”. Nessa carta ele chama a atenção e alerta a igreja que estava nascendo para terem cuidado com os falsos profetas.

“Pois certos homens ímpios se introduziram furtivamente entre nós, os quais desde muito tempo estão destinados para este julgamento; eles transformam em dissolução a graça de nosso Deus e negam Jesus Cristo, nosso único Mestre e Senhor.” (São Judas, 1)

Martírio

 

São Judas Tadeu morreu na Pérsia, morto por pregar o Evangelho de Jesus Cristo, pois diversos persas se converteram ao cristianismo. Algo que incomodou os poderosos da Pérsia. Acredita-se que ele morreu decapitado por carrascos que usavam como ferramenta um machado muito afiado.

Categories: Santos

Conheça a história de São Jorge

No Comments
São Jorge

A verdade é que existem inúmeras histórias referentes a São Jorge. Infelizmente, temos poucos fundamentos históricos para apresentar-lhe como bases, porém, o que iremos abordar será o suficiente para continuarmos nossa fé.
São Jorge pertenceu ao grupo militar que guardava o Imperador Romano, contemporâneo a sua época, Diocleciano. Este poderoso imperador, ficou muito conhecido por perseguir cristãos ou quaisquer seres que se mostravam a favor dos mesmos.

São Jorge, percebendo as barbaridades que ocorriam, decidiu que viver em prol de alguém tão tirano não seria uma opção e deixou o exército. Por ser apoiador da causa cristã e contra os desígnios de Diocleciano, foi perseguido e preso. Ao negar renunciar o nome de seu Deus, São Jorge morreu nas mãos de romanos e se tonou mártir.
São Jorge e o Dragão

A imagem de São Jorge

É muito comum vermos imagens que mostram São Jorge montado sobre um cavalo branco, imponente, com um lança para derrotar um Dragão.
Segundo a lenda, ou parábola, havia um Dragão que costumava atormentar e oprimir um povo. São Jorge, em nome da princesa sorteada a ser dada ao Dragão, lutou com ele em sua honra e o venceu com sua lança. Como cristão e humilde, São Jorge distribui todos seus bens, ganhos da luta, com os pobres.
Mesmo que não seja uma história verídica, vemos que sua lírica passa a imagem de São Jorge vivendo, humildemente para Deus e para ajudar os pobres, vencendo o Dragão (romanos) em suas batalhas.

Curiosidades

Em pinturas e mitologias, o real significado do Dragão é o demônio que representa a imagem dos romanos.
A cruz vermelha não era uma imagem contemporânea ao santo. Ela foi atribuída apenas no século 12, pelos ingleses, na primeira cruzada;
• São Jorge é padroeiro de Portugal e Inglaterra. Porém, inclui algumas outras cidades e, no Brasil, de cidades como Rio de Janeiro, Corinthians, e o bairro Tatuapé.

São Jorge no mundo da Lua

Na verdade, a origem da história de que ele habita na lua não se originou da verdade, nem mesmo da Inglaterra. Ela se originou no Brasil, numa convergência com a cultura umbanda.
São Jorge teria uma relação com Ogum, um santo da guerra segundo a cultura africana. Na cultura, o orixá teria uma energia que mantém suas vibrações masculinas se mantém com as femininas na lua.

Categories: Santos