São Lourenço – Quem foi esse Santo?

No Comments

São Lourenço é um santo católico notório por sua lealdade à Igreja, sendo diácono nos primórdios do cristianismo, em Roma. Naquela época, os diáconos tinham papel fundamental de preservar os bens da Igreja, além de auxiliar o Papa vigente e fazer caridade aos pobres.

Por divergência de interesses, em 257 o imperador Valeriano decretou perseguição aos cristãos, requisitando que a Igreja entregasse todos os seus bens ao Império Romano.

Como primeiro ato de ataque à Igreja, Valeriano ordenou que o Papa Sisto II fosse decapitado. Durante a trajetória até o local da execução, São Lourenço acompanhou o Papa, sempre em prantos.

O imperador Valeriano decretou que a Igreja deveria entregar suas riquezas dentro de 3 dias a partir da decapitação do Papa. No dia da entrega das riquezas, São Lourenço levou todas as pessoas que receberam ajuda da Igreja até o imperador, e disse “Essas são as riquezas da Igreja!”.

Por conta de sua ousadia, o imperador, furioso e vingativo, ordenou que fosse queimado vivo em um braseiro em cima de uma grelha, numa espécie de churrasqueira. Por causa de suas paixões (sofrimentos), São Lourenço foi canonizado mártir e santo católico, e desde o século IV é venerado pelos cristãos.

As fontes de seu martírio alegam que São Lourenço conservou o bom humor mesmo durante a tortura, dizendo frases como “Podem me virar agora, desse lado já está bem passado!” enquanto era queimado vivo.

O martírio de São Lourenço foi comentado por Santo Agostinho, onde afirmou que a vontade de se unir à Cristo era tão grande no coração de São Lourenço que a tortura fora completamente deixada de lado. Santo Agostinho também afirma que São Lourenço foi um meio de Deus agir no mundo, sendo um canal para diversos milagres realizado por Ele.

Até os dias de hoje São Lourenço é muito venerado pelos católicos, e isso pode ser visto pelo cânone da missa.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *